• Minuano

Como potencializar minhas chances em uma entrevista de emprego?


Processos seletivos podem variar bastante de uma empresa para outra, especialmente nos últimos anos onde, cada vez mais, são elaboradas etapas e métodos de seleção inovadores. Entretanto, existe uma fase que é comum a praticamente todos processos: a entrevista.

Tendo entrevistado dezenas de jovens que buscavam participar da Liga de Empreendedorismo da UFSM e conversado com amigos que estão entrando no mercado de trabalho, percebi como, muitas vezes, pessoas com experiências incríveis acabam falhando nessa etapa porque não sabem comunicar adequadamente suas histórias. Não foram poucas as vezes onde tive que realizar uma série de perguntas até entender porque a pessoa tinha feito algo, o que realmente fez e quais foram os resultados alcançados.


Para evitar que isso aconteça quando for entrevistado, existe uma técnica bastante eficaz para contar as suas histórias de maneira clara e concisa, chamada de STAR.


S (Situation): Inicialmente, descreva qual era o contexto do problema que você precisava enfrentar.

T (Task): A seguir, explique quais eras as suas responsabilidades na tentativa de solução do problema enfrentado.

A (Action): Então, descreva de maneira mais específica o que você realizou.

R (Results): Finalmente, diga quais foram os resultados alcançados ao final das atividades e também o que você aprendeu ao enfrentar o problema.


Uma vantagem do uso desse framework é que ele pode se adaptar a diversos tipos de contextos, sejam relacionadas a experiências profissionais, atividades de voluntariado ou situações pessoais.


Segue um exemplo da utilização do STAR ao responder uma típica entrevista de emprego.


Pergunta: Me conte sobre um problema difícil que você teve que resolver e como fez para solucioná-lo.


Resposta:

S - Enquanto trabalhava na empresa júnior do meu curso, estávamos há 2 meses sem conseguir vender um dos nossos serviços. Em consequência disso, estávamos muito abaixo das metas de receita da empresa.

T - Fui designado a elaborar uma proposta de alteração no nosso portfólio e realizar treinamento para os integrantes da equipe comercial.

A - Para a estruturação do portfólio, primeiramente entrei em contato com nossos principais clientes passados para entender que tipos de necessidades eles possuíam e que nosso escopo anterior não contemplava. Então, organizei uma reunião com os demais consultores comerciais para levantarmos as causas de todas as negociações mal-sucedidas dos últimos 6 meses. Assim, percebemos que além da necessidade de incluirmos alguns serviços, haviam falhas nos processos de negociação, principalmente em relação à comunicação entre equipes. Por fim, com os insights obtidos, eliminamos alguns serviços sem demanda, incluímos novas opções com ferramentas mais novas e passamos a dividir as equipes por segmentos de atuação.

R - A partir dessas mudanças, conseguimos reverter a situação nos meses restantes do ano, superando nossa meta de quantidade de serviços vendidos em 20% ao mesmo tempo que elevamos nosso ticket médio em 35%.


Percebe como organizar sua história seguindo essa técnica faz com que o entrevistador possa compreender com clareza o que você desempenhou? Então utilize o STAR para pensar como você explicaria cada uma das atividades que listou no seu currículo e aumente as suas possibilidades de ser aprovado na próxima entrevista de emprego!


--

Bruno recentemente foi aceito na Bain & Company e encontra-se em período de transição para a nova etapa. Antes, atuou como business analyst na FALCONI Consultores de Resultado e foi summer intern na Fundação Estudar. Bruno é formado em engenharia civil pela Universidade Federal de Santa Maria e estudou em Northwestern University através do programa Ciência sem Fronteiras. LinkedIn

132 visualizações
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
marca2_positivo.png